Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Domínio espanhol no futebol (e não só)

por Radiografia Desportiva, em 18.05.16

No dia em que o Sevilha conquistou pela terceira vez consecutiva a Liga Europa (nos últimos 10 anos, conquistou esta competição por 5 vezes) e a poucos dias da final da Liga dos Campeões (100% espanhola), é pertinente falar na supremacia espanhola no futebol. Mas não é só no futebol. Há referências e muitos títulos em outras modalidades, com carimbo dos "nuestros hermanos".

 

1050324.jpg

Os andaluzes, venceram na final o Liverpool por 3-1. Isto depois de estarem a perder ao intervalo.

 

Se têm melhores jogadores? Talvez não. Mereceram ganhar? Sim. Foram mais eficazes e na altura decisiva, a experiência vencedora, superou a audácia da equipa de Jurgen Klopp.

 

Na outra final europeia (vai-se disputar a 28 de Maio de 2016) estarão frente-a-frente as principais equipas de Madrid: Real e Atlético. 

 

real-madrid-atletico-madrid.jpg

 

 

Vai haver a reedição da final de Lisboa de 2014, disputada no Estádio da Luz e ganha pela equipa merengue. Após ter conseguido a tão desejada "décima", a melhor equipa do século XXI, vai tentar a 11ª Liga dos Campeões em 14 finais. Já o Atlético de Madrid (que para muitos, até é favorito na final) vai tentar estrear-se como vencedor da prova.

 

E no meio disto tudo, ainda há o Barcelona. Este ano não está presente nestas andanças, mas voltou a sagrar-se campeão espanhol (ganhou por 6 vezes, nos últimos 8 anos) e ainda o ano passado ganhou o famoso triplete (campeonato, taça do Rei, e Liga dos Campeões). Na última década, venceu a última competição citada por 4 vezes.

 

Contas feitas... ficam poucas competições para as restantes equipas europeias. Pontualmente, as equipas inglesas têm tentado intrometer-se na luta, o PSG está a construir uma equipa para ser a curto/médio prazo um colosso e Bayern Munique, até é dos principais candidatos a vencer sempre as principais provas, mas desde Jupp Heynckes que "morre na praia".

 

Por outro lado, a nível de selecções, continua a ser considerada uma das melhores do Mundo! E os resultados, explicam o porquê. Apesar da má prestação no Mundial de 2014, conseguiu algo inédito: a conquista do Euro 2008, Mundial 2010 e Euro 2012.

 

O sucesso espanhol está à vista de todos. Até se pode apelidar a Premier League como a melhor competição de clubes na Europa ou considerar a Alemanha como a selecção mais temida. Mas, contra factos (actuais) não há grandes argumentos.

 

E não é só no futebol...

 

Até é difícil escolher a modalidade, tal a qualidade e quantidade.

 

_Sports_arena_at_the_opening_of_the_Olympic_Games_

 

Andebol, atletismo, automobilismo, basquetebol, ciclismo, esgrima, futsal, hóquei em patins, vela e/ou ténis, têm referências para todos os gostos.

 

Fernando Alonso, Pau Gasol, Alberto Contador, Rafael Nadal, Carlos Sainz (entre muitos outros) serão sempre dos melhores nos seus desportos. E a nível de competições e títulos, Espanha está também na linha da frente.

 

A realidade é que Portugal (e a maioria dos países mundiais) está muito distante de tantas conquistas. E não é por não termos atletas melhores (como Cristiano Ronaldo, Telma Monteiro ou Nélson Évora).

 

Mas a mentalidade vencedora e de capacidade de formação, ainda é diferente. É preciso uma pessoa/grupo/equipa/país habituar-se a vencer. E depois não querer sair mais dessa condição...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:46

Principais equipas prejudicadas por lesão na época 2014/2015

por Radiografia Desportiva, em 10.08.15

 

Os melhores campeonatos da Europa estão a começar a época 2015/2016 e por isso, vamos fazer um artigo de opinião onde vamos escolher as principais equipas prejudicadas por motivo de lesão, na época anterior. Um dos grandes desafios dos clubes de futebol são as lesões inerentes ao desporto, já que estas podem comprometer uma época, tanto a nível de títulos como de transferências de jogadores no final do ano.

 

A primeira equipa que facilmente identificamos é o Bayern Munique. Quem não se lembra que esta equipa defrontou o Futebol Clube do Porto para a Liga dos Campeões com apenas 16 jogadores disponíveis?

 

Essa eliminatória conseguiram ultrapassá-la, mas já dizia o ditado “não mata, mas mói”. Houve todo o tipo de lesões, em atletas importantes e de diferentes posições. Robben, Ribéry, Javi Martinez, Alaba, Schweinsteiger, entre outros, por indisponibilidade física não deram o seu contributo à equipa em boa parte da época. O objetivo da conquista da Europa por parte de Guardiola, ficará guardado para a época 2015-2016. No entanto, após derrota por 3-1 no Estádio do Dragão para a primeira mão dos quartos-de-final, a equipa médica demitiu-se do cargo. Alguns profissionais de saúde do clube trabalhavam lá há 38 anos. Quem diria, até de resultados dependem os profissionais de saúde de uma equipa técnica...

 

Houve também várias equipas da Premier League (como Arsenal e Manchester United, que são candidatos ao título), que tiveram diversos jogadores importantes de fora por lesão e que por isso, tornou a conquista de campeonato mais acessível ao super-favorito Chelsea ao comando de José Mourinho.

 

O Newcastle foi a equipa que teve mais dias atletas lesionados e "sofreu" para atingir a manutenção.

 

physioroom.jpg

Imagem retirada e disponível em physioroom.com

 

O Real Madrid, teve uma época em branco a nível de títulos e as lesões foram muitas.

 

Khedira, Sergio Ramos, James Rodriguez, Modric, Fábio Coentrão ou Benzema, são alguns exemplos de paragem por algumas semanas de competição. O clube, disponibiliza esta informação através do seu site.

 

Site - Real Madrid - Informação de atletas lesionados

 

A nível interno, Futebol Clube do Porto e Sporting de Braga praticamente nunca tiveram o seu plantel completo.

 

No primeiro clube mencionado, Jackson Martínez e Tello foram baixas numa altura importante da época. Houve também outros jogadores com longa paragem, como o capitão Helton.

 

Já em Braga, poucas semanas antes do jogo da final da Taça de Portugal, contava com 6 habituais titulares lesionados (Djavan, Tiago Gomes, Mauro, Ruben Micael, Éder e Zé Luís). De qualquer forma, só o atleta é que não conseguiu recuperar, jogo esse que foi ganho nas grandes penalidades pelo Sporting. Djavan e Ruben Micael, foram substituídos no decorrer da segunda parte, o que poderá querer dizer que não estavam na plenitude da sua condição física.


Borussia de Dortmund e A.C. Milan, tiveram uma época desapontante com muitos atletas lesionados durante o ano.

 

Esperemos que a maré de contrariedades seja cada vez menor em todas as equipas e que os atletas façam o que mais gostam. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:25


Mais sobre mim

foto do autor


Facebook


Endereço eletrónico

radiografiadesportiva@gmail.com

Acompanhe a Radiografia Desportiva no Blogs Portugal


Calendário

Setembro 2017

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Pesquisar

  Pesquisar no Blog